Assimetrias cranianas – Como tratar?

Manhês,

Semana passada fui convidada para conhecer a Heads, clínica do Dr. Gerd Schreen, localizada aqui no Rio de Janeiro,  Barra da Tijuca. A clínica já existe em São Paulo e  em março desse ano chegou ao Rio para a felicidade de muitas mães.

Mas qual é o objetivo da clínica?

Bem, muitos bebês desenvolvem algum tipo de assimetria craniana posicional, que são classificadas principalmente em plagiocefalia posicional e braquicefalia posicional. A primeira delas significa “cabeça oblíqua”. Em outras palavras, é a cabeça assimétrica semelhante a um paralelogramo e há um frequente desalinhamento das orlehas e até da testa e rosto. Já a segunda, é a chamada “cabeça curta”, que se refere ao achatamento de toda parte posterior da cabeça e elevação do “cocuruto”. Essas diferenças na região craniana são consequência do apoio constante da cabeça em uma só posição nos primeiros meses de vida do bebê, fase em que o crânio cresce em grande velocidade. Isso pode acontecer também no final da gestação quando há pouco líquido amniótico, encaixe precoce do bebê na pelve ou em gestação gemelar.

Na maioria das vezes há como prevenir que a assimetria apareça, basta evitar que seu bebê durma sempre na mesma posição. Procure virá-lo para que ele não fique sempre com um lado da cabecinha sempre apoiado. Lembro que um dos meus filhos tinha a posição “viciada”, gostava sempre de ficar de um lado só. Portanto eu mesma de tempos em tempos mudava, girava o pescocinho com muito cuidado para o outro lado.   E assim evitei qualquer assimetria.

Entenda cada caso:

unnamed-9

Veja só quais são as manobras preventivas:

1- Ao colocar o bebê para dormir de barriga pra cima, posicione suacabeça levemente voltada para um lado, depois para o outro,
alternando o apoio. (como eu disse acima que fazia).

2- Evite o uso exagerado do bebê-conforto. Este equipamento foi
desenvolvido para ser usado no carro e seu uso deve se restringir aisso. Deixar o bebê por horas no bebê-conforto certamente o levará a um apoio excessivo na região de trás da cabeça.

3- É muito importante colocar o bebê de barriga para baixo por
alguns períodos quando estiver acordado e sob supervisão. Essa
posição é conhecida como “Tummy Time”, ou “tempo de bruços”. Nesta posição, o bebê fica livre de apoio na parte de trás da cabeça, ao mesmo tempo que desenvolve a musculatura da nuca e do ombro.

4- Se o bebê tem uma preferência exagerada de virar a cabeça semprepara o mesmo lado, ou tem limitação para virar para o lado oposto,pode ter o chamado Torcicolo Congênito. Converse com um
especialista para verificar se há necessidade em fazer fisioterapia para corrigir o torcicolo.

É possível reverter a situação quando o problema é percebido no início. A primeira medida usada é o chamado de reposicionamento, que consiste em posicionar a cabeça do bebê de forma que o lado proeminente fique apoiado, evitando ao máximo o lado achatado.

No momento que o bebê vai ganhando mais autonomia para se mexer sozinho, o reposicionamento acaba se tornando cada vez mais difícil e então surge a necessidade do tratamento mais eficaz.

N clínica Heads, os profissionais irão avaliar a assimetria e o bebê passará por um escaneamento da cabeça. Esse escaneamento é indolor, dura 1,5 segundos, não precisa de anestesia e nem expõe o bebê a radiação. A partir daí, identifica-se o grau de assimetria.

Mas existe idade para começar o tratamento?
Sim, é preciso corrigir o formato do crânio nos primeiros meses de vida até os 18 meses. Depois disso, não mais. É até os 18 meses que o bebê desenvolve o crânio rapidamente e é nesse momento que entra o tratamento com o capacete, ou melhor, com a órtese craniana.

unnamed-8Veja só o antes e depois do tratamento. A primeira coluna são fotos antes, a segunda coluna, depois.unnamed-10 unnamed-5Com o tratamento, ao longo de 3 a 4 meses é possível corrigir a deformidade, livrando o bebê do problema pelo resto da vida. Para isso é preciso paciência dos pais pois o uso da órtese deve ser contínuo, por 23 horas ao dia durante todos os dias até o término do tratamento que pode durar 4 meses ou até 6 meses.

Vale a pena? Tudo vale pelo bem estar físico e psicológico dos nossos filhos no futuro.

Fiquei super envolvida com o trabalho do Dr. Gerd que trouxe esse tratamento inovador para o Brasil e espero que esse post possa ajudar muito pais aflitos. unnamed-6Quem quiser buscar mais informações ou até mesmo busca um diagnóstico para qualquer deformidade craniana, vou deixar o endereço das duas unidade do Rio de Janeiro e São Paulo. Não hesitem em procurar tratamento, pois tem cura.

Rio de Janeiro
Av. Das Américas , 3.500, Bloco 7 / conjunto 436- Barra da Tijuca
São Paulo
Av. Ibirapuera, 2.907, Conjunto 1716
Bourbon Convention Corporate Plaza

Até o próximo post. 🙂
Monique Leite

Escrito por

Formada em Comunicação Social pela Universidade Federal Fluminense, trabalhou durante anos como Mídia Online em Agências de Publicidade e lá respirava internet. Se especializou no Google Analytics, Google Adwords e um belo dia resolveu mudar. Hoje é aspirante a Fotógrafa, blogueira nas horas vagas, mamãe dos gêmeos Edu e Théo e que vive a maternidade em tempo integral. É louca por moda, viagens, makeup e tudo que conspira a favor do universo feminino.

3 comentários em “Assimetrias cranianas – Como tratar?

  1. Boa noite, bom eu ja tenho vinte anos e tenho esse problema isso me encomoda muito sofro com comentarios maldosos, por isso passo o tempo todo de boné mais isso esta me causando um outro problema a calvise, gostaria de saber se existe algum jeito de melhorar minha aparencia ?

    1. Olá Diego, o tratamento é feito ainda quando se é bebê, pois é o momento quando o crânio está no seu pico de desenvolvimento/crescimento. Sobre a calvície, não sou especialista, mas existem diversos tratamentos para amenizar o problema. Procure um especialista para te ajudar. Ele saber’te dizer melhor o que vc deve fazer. Espero tê-lo ajudado.

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s